quarta-feira, 4 de novembro de 2009

mês de aniversário - ano 1

selo comemorativo do 1º ano do blog,
é para você amigo e visitante que fez este blog junto comigo

fotografia da Bolsa do Café no centro histórico
Sansung S860 - 8.1 mega pixels

lápis de grafite 4B e 6B - vergê creme A4
lápis de grafite colorido - vergê creme A4

nanquim - bico de pena - A4 canson branco

óleo sobre tela 30 x 40

Neste primeiro ano de vida,
agradeço a todos os amigos que fiz,
nem sempre se pode agradar a todos
mas tento .
Assim fiz um selo comemorativo para todos que assim o quizerem levar,e aproveitei e fiz uma postagem homenageando à minha cidade Santos,nessa postagem, fotografei um cartão postal da minha cidade, onde retratei a mesma imagem com diversas técnicas.
Espero que gostem.

quinta-feira, 8 de outubro de 2009

Nostalgia


óleo sobre tela,
40 x 50,
trecho da praia de Santos,
espero que gostem

segunda-feira, 28 de setembro de 2009

Don´t Let It Die

video

Don´t Let It Die

1971

Hurricane Smith

1923 / 2008

The mountainside, the flower grows

The riverside where the water flows

forever

The jungle life of mystery

The wide and graceful history of life

Don't let it die

Don't let it die

The tiger's free, the kangaroo

It's up to me and up to you

What we see is what we choose

What we keep or what we lose

forever

The world is ours to tear apart

But what if it's too late to start again?

Don't let it die

Don't let it die

Or say good-bye - amen

Don't let it die

Don't let it die

Or say good-bye in the end

* * *

Ao lado da montanha, a flor cresce

Ao lado do rio onde a água brota para sempre

A vida da floresta o mistério

A longa e graciosa história da vida


Não deixe isso morrer

Não deixe isso morrer

O tigre é livre, o canguru

Depende de mim e depende de você


O que nós vemos é o que nós escolhemos

O que nós mantemos ou perdemos
para sempre
O mundo é nosso para chorar por ele
O mundo é nosso para chorar por ele
Não deixe isso morrer

Não deixe isso morrer

Ou diga adeus - amém

Não deixe isso morrer

Não deixe isso morrer

Ou diga adeus no fim.

* * *

a inspiração para esta postagem,

veio do meu primo,

que faço esta homenagem a ele

http://klictossan.blogspot.com/

para este comentário

quinta-feira, 24 de setembro de 2009

Um convite para os Amigos

1000 Sonetos Convite,
faça parte deste evento literário,
Efigênia CoutinhoPresidente Fundadora
Academia Virtual Sala de Poetas e Escritores,
convido aos amigos e visitantes
do meu blog a prestigiarem a poetisa e bloguista ,
visitando seu blog:

segunda-feira, 31 de agosto de 2009

Liguria - Itália


óleo sobre tela,
30 x 40,
uma das minhas primeiras telas a óleo,
novembro de 1988

terça-feira, 18 de agosto de 2009

Campo dos Sonhos

óleo - 40 x 50
acadêmico,

na maioria das vezes

quando desenho ou pinto,

tento retratar algum lugar bonito no qual estive

ou que gostaria de ter estado,

mas em se tratando desta imagem,

apenas pintei um lugar que acho bonito,

( talvez este lugar nem exista, rsrsrs)


terça-feira, 28 de julho de 2009

Favela


óleo sobre tela,

50 x 70

acadêmico


Elizeth Cardoso, Zimbo Trio,

Jacob do Bandolin ao vivo no teatro João Caetano (1968)


No dia 19 de fevereiro de 1968, as mais de 1500 pessoas que lotaram o Teatro João Caetano puderam assistir a um dos melhores shows de música de todos os tempos. Naquela noite o palco da Praça Tiradentes, reduto boêmio da Rio de Janeiro e àquela altura já em decadência, recebeu Elizeth Cardoso, Jacob do Bandolim, o grupo Época de Ouro e o Zimbo Trio para uma apresentação única. Ao produzir o espetáculo em benefício do Museu da Imagem e do Som, Hermínio Bello de Carvalho bem que devia ter noção de que, mais do que música, o que se fazia ali era história. Depois de 35 anos, o concerto “Ao vivo no João Caetano” é lançado pela primeira vez em versão integral , a derradeira gravação de Elizeth, versão de estúdio do show que ela, acompanhada por Rafael Rabello, realizou no mesmo teatro em! setembro de 1989.Se não estivesse aí, gravado, o show poderia passar por uma grande fantasia, a de juntar num mesmo palco o que a música brasileira produzia de melhor naquele momento, encenando inclusive as afinidades e tensões entre todos. Estavam ali a nobreza do choro numa de suas melhores expressões, o Época de Ouro, ainda com Jacob do Bandolim à frente e a sonoridade da bossa pelos excepcionais músicos do Zimbo Trio, também aí, em atividade.



Ai, barracão

Pendurado no morro

E pedindo socorro

À cidade a seus pés

Ai, barracãoTua voz eu escuto

Não te esqueço um minuto

Porque seiQue tu és

Barracão de zinco

Tradição do meu país

Barracão de zinco

Pobretão infeliz...

Ai, barracão

Pendurado no morro

E pedindo socorro

Ai, a cidade

A seus pés

Barracão de zinco

Barracão de zinco.


cresci ouvindo esta música, junto com meu velho

que se emocionava, fumando seu cigarro

e bebericando seu cafezinho,

ele teve o prazer de assistir tudo isto ao vivo

quando viajou para o Rio de Janeiro,

na época eu estava com cinco anos,


para você meu pai


terça-feira, 14 de julho de 2009

Fim de noite


óleo sobre tela de juta,
40 x 50,
para meu velho com carinho

domingo, 28 de junho de 2009

Rancho da Maioridade


óleo sobre tela de juta, 30 x 40
impressionismo espatulado,
este foi dos primeiros trabalhos com espátula,
esta construção em particular,
localiza-se na estrada velha
na cidade de Cubatão - estado de São Paulo,
lá o então Imperador Dom Pedro I
realizava a troca de cavalos,
e se encontrava com a Marquesa de Santos

domingo, 14 de junho de 2009

Farol

óleo sobre tela,
20 x 30

sexta-feira, 29 de maio de 2009

nu reclinado

óleo sobre tela,
40 x 50 ,
impressionismo

segunda-feira, 18 de maio de 2009

Mare Nostro


óleo sobre tela,
20 x 30,
neste trabalho tentei reproduzir
cenas do cotidiano de minha cidade,
onde a pesca é tão comum.

sexta-feira, 8 de maio de 2009

A paleta de pintura

meu trabalho - minha vida

paleta 1


paleta 2


Hoje recebi uma idéia
que soou como desafio:
em primeiro recebi um comentário
de nossa amiga bloguista CrisFonseca ,
da curiosidade do que é uma paleta,
e agora recebi uma idéia de
nossa outra amiga bloguista
Ana Vision - Humana como é conhecida
da proposta de divulgar esse trabalho:
como já havia dito anteriormente,
a paleta é algo sujo e sem beleza alguma, mas
querida amiga Ana aí vai tua explicação:
possuo 2 paletas de trabalho -
a paleta 1 e a paleta 2, como irei chamá-las
para melhor entendimento.
Na paleta 1, ( de madeira ) o trabalho é bruto e rústico,
na paleta 2 ( de acrílico )- o trabalho é minucioso e delicado.
Na paleta 1 - trabalho empastos, para a realização de pinturas impressionistas e até expressionistas, e existe uma outra particularidade,
hoje com meus 46 anos nunca limpei
essa paleta desde sua iniciação aos meus 20 anos ( faz teeeeempo, rsrsrs ),
assim sendo são 26 anos de tintas sobre tintas,
essa paleta é literalmente bruta e pesada,
meus braços não conseguem mais segurá-la por muito tempo,
existe uma camada de aproximadamente uma polegada de altura de tinta,
ela fica depositada em uma mesa ou similar, e é assim que a utilizo.

Quanto a paleta 2 - ( de acrílico ), faço trabalhos delicados,
como o acadêmico, ou espátula,
a tinta tem de ser fluída,
e a cada sessão de pintura, que são 4 a 6 horas consecutivas,
ouvindo músicas italianas ( Tu - Cuore cosa fai - Fred Bongusto, e outras ),
para a pintura de acadêmicos ou espatulados, além do que ela esta sempre impecavelmente limpa.

Quanto as tintas, esta é minha paleta de tintas:
Branco de titâneo ( nunca o de chumbo que é cancerígeno ),
azul Ftalo,azul ultramar escuro, azul hortência, azul real,
azul cobalto claro, cinza paine, Negro Marfim,sombra natural, Brun Van Dick,
terra de siena natural, terra de siena queimado, amarelo ocre ( claro e escuro ), alaranjado de cadmio escuro, alaranjado de cadmio, amarelo de cadmio escuro,
amarelo limão, verde vessie, verde ingles, verde ouro, verde esmeralda,
carmim, laca rosa, laca garancia, violeta cobalto,
vermelho chines, vermelho cádmio escuro.

Querida amiga Ana Vison, espero ter esclarecido,
todas as dúvidas, agora te espero aqui, quanto as marcas de tintas, isso é segredo, rsrsrs. bjs

segunda-feira, 4 de maio de 2009

Estremoz - Portugal


óleo sobre tela
impressionismo
40 x 60

domingo, 3 de maio de 2009

fundo do mar


óleo sobre tela
40 x 50
impressionismo

segunda-feira, 20 de abril de 2009

Bella Venezia



O estudo de um trabalho
é fundamental.
Há trabalhos que se demoram
meses para a concretização.
Existem idéias que precisam anos para serem amadurecidas,
muitos pensam que basta saber fazer arte,
como se diz no ditado popular :
" ter o dom " . . .
não sabem o quanto se sofre até materializar uma idéia,
ela ( a idéia fica a martelar nossa mente,
no meu caso me torno inquieto e irritadiço ),
até poder nascer, e quando essa idéia nasce.
" me torno mais leve " .
Houve um quadro que ficou literalmente
engavetado por mais de ano, até nascer em forma de cores.
Neste em particular ,
a idéia começou a se formar no ano passado,
quando postei o desenho - primeiro esboço,
se rolarem a página o veram
( para facilitar recoloco o esboço)
em uma postagem de 29 de dezembro de 2008,
sómente agora consegui realizar,
dois meses aproximadamente pintando,
mas penso que valeu a demora.
Oleo sobre tela
50 x 70,
acadêmico

terça-feira, 14 de abril de 2009

flor para uma flor


óleo sobre tela,
50 x 70
acadêmico,
trabalho muito difícil de ser realizado,
em aproximadamente
três meses

sexta-feira, 3 de abril de 2009

Brotando o verde


trabalho cubista,
em óleo 40 x 50,
neste, tentei despertar o interesse
pelo verde e pela natureza

terça-feira, 24 de março de 2009

Descobrimento





nesta maquete,
( os palitos de fósforo, servem
para comparação do tamanho da maquete )
tentei homenagear heróis que deixaram
amigos, famílias e vidas inteiras
para tráz com um único
propósito:
descobrir e colonizar novas terras,
5 0 0 anos do Descobrimento do nosso Brasil
a maquete possui:
11 centímetros de lado e de altura.
A Nau, foi inspirada na
Nau Capitânea de Pedro Álvares Cabral
possuindo 7 centímetros de comprimento
com 1,5 centímetros de largura,
a vela mestra possui 5 centímetros de comprimento.
Material:
o mar é resina epoxi pintada,
a areia da praia é areia de rio,
as árvores são pequenos pedaços de espuma pintada,
os galhos da árvore são pequenos galhos de xaxim





sexta-feira, 13 de março de 2009

Maquete em Bambu












este trabalho foi uma encomenda,
realizado para uma
Faculdade de Arquitetura,
realizado em escala 1:100,
e buscando uma integração da natureza
com a cidade grande,
daí a idéia de ser totalmente em bambus,
e a utilização seria para eventos e exposições artísticas


sábado, 7 de março de 2009

HOMENAGEM AO DIA DA MULHER


nascemos
vivemos
e morremos
por vocês,
uma singela homenagem a você mulher,
que nos da a vida e nos ensina a viver.
" caminho de hortências "
óleo sobre tela 50 x 70 - acadêmico

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2009

Comitiva - Pantanal


óleo sobre tela
70 x 90 - acadêmico
tentei neste trabalho homenagear
o interior do nosso país,
levei neste quadro 4 meses para a execução
como inspiração,
tive a música :

" Comitiva Esperança "
( Almir Sater e Paulo Simões )
que transcrevo a letra:

Nossa viagem não é ligeira
Ninguém tem pressa de chegar
A nossa estrada é boiadeira
Não interessa onde vai dar
Onde a Comitiva Esperança
Chega já começa a festança
Através do Rio Negro,
Nhecolândia e Paiaguás
Vai descendo o Piquiri
O São Lourenço e o Paraguai
Tá de passagem, abre a porteira
Conforme for, pra pernoitar
Se é gente boa, hospitaleira
A Comitiva vai tocar
Moda ligeira que é uma doideira
Assanha o povo e faz dançar
Ou moda lenta que faz sonhar
Quando a Comitiva Esperança
Chega já começa a festança
Através do Rio Negro
Nhecolândia e Paiaguás
Vai descendo o Piquiri
O São Lourenço e o Paraguai
Ê tempo bão que tava por lá
Nem vontade de regressar
Só voltamos vou confessar
É que as água chegaram em janeiro
Deslocamos um barco ligeiro
Fomos pra Corumbá...




segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009

fada dos sonhos

óleo sobre tela
40 x 50
moderno

Casal de Centauros

acrílico sobre tela
surrealista
50 x 70

sábado, 7 de fevereiro de 2009

Sonhando com Stonehenge

técnicas mistas,
utilizando acrílicos e óleos
40x 60
surrealismo
convido aqui e agora meu amigo tossan
para comentá-lo

quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009

Flor Africana


óleo - 40 x 50
impressionismo

O Tempo

óleo sobre tela - espatulado - 5070
expressionismo

quarta-feira, 28 de janeiro de 2009

Mariana

óleo sobre tela,
24 x 33 ,
inicio estas postagens homenageando
as cidades históricas de Minas Gerais,
visitar estas cidades é como
entrar em uma máquina do tempo,
e voltar ao passado,
quem não conhece,
precisa,
quem conhece,
é sempre muito bom relembrar !

Congonhas do Campo


óleo sobre tela - empasto,
30 x 40

Tiradentes

óleo sobre tela,
40 x 50
impressionismo

Ouro Preto

pincel espatulado,
expressionismo,
óleo sobre tela - 33 x 40

quinta-feira, 15 de janeiro de 2009

Ouro Preto


óleo sobre tela,
40 x 50,
impressionismo

segunda-feira, 12 de janeiro de 2009

maçã e uvas

óleo sobre tela
40 x 60
acadêmico

sábado, 10 de janeiro de 2009

fúria - medo - proteção


óleo sobre tela,
50 x 60 ,
expressionismo

sexta-feira, 9 de janeiro de 2009

Nu na praia


nanquim bico de pena em papel canson,
canetas Rotring 0.2 - 0.3
37 centímetros x 47 centímetros

quinta-feira, 8 de janeiro de 2009

A dança dos véus

nanquim bico de pena em
papel canson
37 centímetros x 57 centímetros
canetas Roting 0.2 - 0.3 - 0.6