quinta-feira, 8 de outubro de 2009

Nostalgia


óleo sobre tela,
40 x 50,
trecho da praia de Santos,
espero que gostem

30 comentários:

tossan® disse...

É a praia do Gonzaga? Gostei muito! Uma leveza incrível. Contemplar me dá calma. Maravilhoso trabalho de quem sabe mesmo! Abraço

netuno artes disse...

É sim primo, obrigado abçs

Humana disse...

Eu não gostei...ADOREI!!!
Está lindíssimo Netuno.O Tossan tem razão quanto à paz que transmite, para além de magia e encantamento. Há trabalhos que nos tocam mais que outros e este ainda por cima faz-me lembrar a minha querida Luanda!
Beijinhos e bom fim de semana meu amigo.

JR disse...

Já estava com saudades deste cantinho feliz.
Tua tela é linda e só dá Netuno no meu espaço rsrsrs
Ando numa corrida DESENFREADA
Sem tempo de mais NADA
Mas sem esquecer os meus amigos.
Avancei o sinal VERMELHO
Meu caderno ficou CHEIO
De assuntos pra resolver
Mas é claro que ainda sobra um ESPAÇO
pra visitar estes amigos eu até FAÇO
um esforço redobrado
pois bem sei que no final desta ESQUINA
meu tempo agora TERMINA
pra deixar aberta a questão
O que vejo no fundo da TELA
É pra mim uma JANELA
Abertura pra outra dimensão.
Se erro me corrija então AMIGO
Pois quem sou eu pra mudar
um ARTIGO
Que provavelmente voce já escolheu.
Abraços fraternos

netuno artes disse...

Obrigado Humana pelo incentivo que sempre dá nos meus trabalhos, um grande beijo netuniano

netuno artes disse...

JR, sua visita tmbm é importante, e teu espaço especial, tmbm é muito relaxante, apenas vou ficar te devendo um comentário em rimas, pois não sei fazer versos, rsrsrs
bjs netunianos

Humana disse...

Compreendo o teu amor por Santos, tua cidade, pelo amor que tenho pela minha Luanda.
Eu também acho a minha cidade a mais linda do MUNDO! Lol
Beijos e bom fim de semana.

as arteiras disse...

Olá, Netuno!
As vezes, é bom rever belos trabalhos teus.
E nossas prais são muito bonitas, vale a pena retratá-las.
Bjs!!!!
Sempre tua
Márcia

RETIRO do ÉDEN disse...

Que subtil e que beleza.
Parabéns.

Bjs.
Mer

Unseen Rajasthan disse...

Fantastic post !! Great one..Thanks for sharing.Unseen Rajasthan

in natura disse...

Oi Netuno, estou aqui tanbém. Lindo quadro, adorei! Bejuss

Ana Martins disse...

Linda Sérgio,
é incrível como a imagem retrata bem o titulo, é como se a natureza na sua dor, através do vento tente afastar a nostalgia.

Beijinhos,
Ana Martins

Ana Martins disse...

Caro Sérgio,
Não siga o meu conselho, siga a inspiração, a pintura está excelente!

Se aconselhei alguma coisa foi sem intenção!

Beijinhos,
Ana Martins

RETIRO do ÉDEN disse...

Que o fds seja alegre e feliz, sempre com o Senhor Jesus.


....

mormente a solidão mais íntima
a mais derradeira ardencia extinta
entre as sombras da floresta
em palavras reprimidas ou jamais pronunciadas,
a imagem o perfil duma palmeira solitária
incansável na secura dum deserto.

in Viagem através da Luz de José Vieira Calado


Bjs.
Mer

Cristiana Fonseca disse...

Olá Netuno,
obrigada pela visita, é sempre um prazer recebe-lo.
Quanto a tua arte , eu já não tenho mais palavras, teu trabalho é realmente sublime, me encanto sempre que passo por aqui.
Eu quem lhe devo desculpas, ando numa correria só, entre desenhos para uma futura exposição e desenhos pra manter o blog, mas sempre acompanho vc, sempre que posso venho comentar.
Beijos e obrigada por esta arte bela.
Cris

Sandra disse...

Parabéns amigo pela tela. Eu tenho muitos quadros em casa. Adoro pinturas. Mas foram comprados.
Cada um de nós tem dentro de si um pouco da arte.
Com muito carinho
Sandra

MEUS PENSAMENTOS disse...

DA PRA ENTENDER PORQUE O NOME DE NOSTALGIA,DA UMA SAUDADE SEI LA DO QUE DEVE SER DE PAZ,BJS NETUNO LINDO TRABALHO!

Anita "Menina-Flor" disse...

Que bom que apareceu, fico contente. Quanto às músicas é do site; www.playlist.com, vc se cadastra, é gratuito, e lá vc vai escolhendo as músicas e colecionando, salva como html no seu blog. No começo, quebramos um pouco a cabeça pra entender os passos, mas depois é só caminhar, ou mlhor, ouvir. Qualquer coisa pode me perguntar ok.
Suas telas continuam lindas, parabéns.

Um forte abraço.

RETIRO do ÉDEN disse...

Querido amigo,

Gostaria que visse o post dedicado à Pintora Neusa Negrão.

Obga.
Forte abraço de amizade
Mer

Unseen Rajasthan disse...

BEautiful post !!! Nice art work 1!Unseen Rajasthan

as arteiras disse...

Olá, Netuno!
Gostei da tua escolha do fundo musical.
Sabias que gosto muito dessa música?
Tenha um lindo dia! Até mais!
Bjs!!!
As arteiras

RETIRO do ÉDEN disse...

Querido Amigo,

É sempre uma distinção o seu comentário no nosso "retirito".

Venho agradecer a visita e comentário que já foi lido pela autora da Obra (Neusa Negrão),e ficou muito sensibilizada com as suas palavras.

Desejos de excelente fds. sempre na companhia de Jesus.

Bjs.de amizade
Mer

RETIRO do ÉDEN disse...

Boa semana amigo.

"Que o Senhor te dê o essencial"

Bjs. fraternos
Mer

Maria José disse...

Tem um selinho de presente para você em meu blog. Passe lá! É dado com muito carinho e respeito ao seu espaço. Abraços.

Maria José disse...

Sérgio. Sempre que entro aqui não consigo sair tão rápido. O seu blog me encanta. É lindo, é poético, é harmonioso, é criativo, é artístico. Parabéns. Beijos.

RETIRO do ÉDEN disse...

Amigo,

Passa pelo retirito caso possas.
Bj.
Mer

Duh Franzen disse...

Alem da paz que se sente ao olhar para essa tela...eu sinto o vento batendo nas folhas das palmeiras como se quisesse mostrar a elas toda a sua força!
Parabens amigo belissima tela...sou sua fâ!
Abrss

Phaty disse...

Oi querido vizinho.....
Linda tela que mostra um pedacinho dessa cidade que amo tanto.
Quando morava aí não via as belezas,mas agora consigo ve-las pelos teus olhos.
beijos.

Mariz disse...

Querido amigo

Não sei se o outro comentário que te dirigi ficou registado....
Não deu nada....
Vou deixar passar mais algum tempo e volto então depois.
Entretanto do meu coração para o teu:
Bençãos! E que sintas o AMOR MAIOR nele e sejas FELIZ!

O meu abraço terno
sempre...
Mariz

Vieira Calado disse...

Creio ser esta a minha 1ª visita.

Achei variado e interessante

o seu blog.

Saudações poéticas