terça-feira, 6 de janeiro de 2009

morada de um deus esquecido

nanquim bronze,
bico de pena ( mistura fabricada ),
canetas Rotring 0.1 - 0.2 - 0.3 - 0.4 - 0.6
papel Canson ,
33 centímetros x 52 cantímetros

3 comentários:

tossan disse...

Bem sabemos,
que quase tudo
é descartável.
Só a boa arte
é imutável.
Isto é que sabemos
Isto é que amamos.
*
tossan
Abraço, gosto muito
desta pintura!

Jorge Monteiro disse...

Olá

Desde já agradeço os prémios que tem enviado para mim e para o meu filho.

Esta imagem foi muito bem escolhida para o título do blog.

Abraço.

Anônimo disse...

Your blog keeps getting better and better! Your older articles are not as good as newer ones you have a lot more creativity and originality now keep it up!